MPF/SP entra com ação civil contra ex-servidores da Anatel acusado de proteger rádios clandestinas

06/03/2015 15:11
Ministério Público Federal em São Paulo (MPF/SP) ajuizou ação civil pública de improbidade administrativa contra três ex-servidores da Anatel acusados de montar um esquema de "proteção" a rádios irregulares. Segundo o MPF, os réus cobravam o pagamento mensal de propina para garantir que as emissoras não sofressem fiscalização da autarquia. O esquema funcionava há mais de uma década.
 
Um dos envolvidos, que na época ainda trabalhava na Anatel, era responsável por levantar, no sistema da agência, a lista de rádios clandestinas que seriam fiscalizadas. De posse dessa relação, os outros dois acusados avisavam às emissoras "protegidas" para que estivessem fora do ar no momento da averiguação. O serviço era feito por meio de uma empresa de consultoria de propriedade de um deles.
 
Para cooptar novos "clientes" para o esquema, os réus simulavam fiscalizações oficiais da Anatel nas rádios irregulares, com documentos similares aos emitidos pela autarquia. A simulação tinha o objetivo de intimidar os proprietários das emissoras, coagindo-os a contratar as medidas de "proteção". Assim, os acusados aproveitavam a situação de vulnerabilidade em que a falsa fiscalização colocava as vítimas para oferecer seus serviços em troca de propina.
 
Além do dinheiro recebido mensalmente, depoimentos de testemunhas indicam que os envolvidos chegaram a embolsar R$ 20 mil para garantir o funcionamento de uma rádio não regulamentada perante a Anatel. Eles também teriam recebido R$ 2 mil para facilitar o restabelecimento de outra emissora. As movimentações financeiras dos réus indicam valores superiores aos declarados ao Fisco e diversas transferências entre si e envolvendo familiares.
 
O MPF pleiteia a perda dos valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio dos acusados e o pagamento de multa civil de até três vezes esse montante, além do ressarcimento dos prejuízos causados ao erário e a compensação por danos morais difusos. Para garantir essas medidas, a ação pede, em caráter liminar, que seja determinada a indisponibilidade dos bens dos réus, no valor de R$ 200 mil para cada um. O pedido visa a evitar que eles transfiram seus bens para terceiros, inviabilizando a reversão do enriquecimento ilícito e do dano aos cofres públicos.
 
No processo, o MPF também requer que os envolvidos sejam proibidos de contratar com o poder público por dez anos e que tenham os direitos políticos suspensos por oito a dez anos. O MPF pede ainda a cassação da aposentadoria de um dos réus. Os acusados também respondem a ação penal ajuizada pelo MPF em 2013 pelos crimes de corrupção passiva e ativa, usurpação de função pública e falsidade ideológica.
 
Com informações do site da Biquad

Teste

Carlos Massaro

Carlos Massaro é de São Paulo e atua como radialista e jornalista. O profissional vai ao ar nos finais de semana na Rádio Brasil (brasilwebradio.com) e integra a equipe jornalística da rádio Regional AM de Palmital. Já coordenou uma afiliada da Band FM (interior de São Paulo) e trabalhou como locutor em outra retransmissora da Band FM e na Interativa de Avaré.

 

Novidades

Rádios jornalísticas de São Paulo fazem cobertura da entrega do Oscar 2019

25/02/2019 12:59
As rádios jornalísticas de São Paulo destinaram suas programações da noite deste domingo (24) para a transmissão da cerimônia do Oscar 2019, premiação do cinema americano organizada pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. A Jovem Pan News AM 620, CBN FM 90.5 e a Rádio...

CBN volta a ser transmitida em AM e FM em Campinas

03/06/2018 13:32
A rede CBN, liderada pela CBN FM 90.5 AM 780 de São Paulo e CBN FM 92.5 AM 860 do Rio de Janeiro, voltou a ter transmissão em AM e FM em Campinas. A rede jornalística controlada pelo Sistema Globo de Rádio voltou a transmitir pela 1390 AM, que abrigou a Rádio Globo nos últimos anos. A informação do...

Mix FM tem a sua transmissão interrompida em Campinas após furtos de cabos

30/01/2018 12:16
A Mix FM 101.1 de Campinas teve a sua transmissão interrompida neste início de semana no interior paulista. Os cabos da rede elétrica que alimentam a região onde a FM está instalada foram roubados, deixando a estação fora do ar entre sábado (27) e segunda-feira (29). A situação já foi normalizada...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>