Senado vai analisar projeto que extingue a obrigatoriedade da Voz do Brasil

16/07/2012 09:23

Enquanto os deputados federais ainda discutem o projeto que flexibiliza o horário da transmissão do programa A Voz do Brasil, o senador goiano Cyro Miranda (PSDB-GO) elaborou um projeto que visa a extinção da obrigatoriedade do programa nas rádios brasileiras. A proposta deve ser analisada após a volta do recesso parlamentar.

O projeto foi encaminhado à Comissão de Ciência e Tecnologia do Senado, que deve analisar no segundo semestre deste ano o Projeto de Lei  41/2012. A proposta tem o parecer favorável do relator Aloysio Nunes (PSDB-SP) e foi incluída na pauta da comissão nesta semana. No entanto, como a reunião foi cancelada, o projeto só será apreciado após o recesso parlamentar.

O projeto de lei revoga a alínea “e” do art. 38 do Código Brasileiro de Telecomunicações, para extinguir a obrigatoriedade de retransmissão pelas emissoras de radiodifusão sonora. Em sua justificativa, Miranda aponta que a obrigatoriedade “cerceia a liberdade de expressão do radiodifusor e a opção de o ouvinte escolher a programação de sua preferência”. Além disso, o senador considera a transmissão obrigatória “uma ingerência injustificável do Estado em negócios privados e que ocasiona considerável perda de faturamento do setor”.

Na opinião do parlamentar, o fim da obrigatoriedade não implicará na morte do programa, pois as emissoras poderão continuar a veiculá-lo.  “É importante frisar que não queremos extinguir o programa e sim a obrigatoriedade de veiculação”, declara o senador. “Se a emissora verificar que o programa tem boa audiência, ela própria vai se encarregar da veiculação. São as emissoras que vivem de mídia, elas conhecem o que seus ouvintes querem ouvir”, afirma.

Outro argumento do parlamentar é que o governo possuiu extensa rede de comunicação - com canais de rádio, TVs e sites da internet  para veicular o programa governamental. “Apesar de concedidas pelo estado, as outorgas não saem de graça e as emissoras já prestam muitos serviços para o Estado; a veiculação obrigatória de horário político é um deles. Portanto, não acho justa essa imposição”, afirma o senador. O parlamentar afirma ainda que vai sugerir audiências públicas para discutir a proposta. Depois de passar pela Comissão de Ciência e Tecnologia, a proposta será submetida a emendas e, se for aprovada na Comissão, segue para a Câmara dos Deputados.

Vale lembrar que durante o 26º Congresso Brasileiro de Radiodifusão, o presidente da Câmara dos Deputados, o petista Marco Maia, prometeu que o projeto de flexibilização do horário de transmissão da Voz do Brasil seria votado com urgência. Porém, o líder do PT na Câmara, o deputado Jilmar Tatto, se disse contra o projeto e que "os radiodifusores querem ganhar dinheiro com publicidade durante o horário das 19h às 20h e que pobre gosta de ouvir a Voz do Brasil". Além disso, Tatto pediu para que o projeto voltasse para a fase de estudos e, desde então, o projeto segue fora da pauta.

Com informações da Assessoria de Comunicação da Abert

Teste

Carlos Massaro

Carlos Massaro é de São Paulo e atua como radialista e jornalista. O profissional vai ao ar nos finais de semana na Rádio Brasil (brasilwebradio.com) e integra a equipe jornalística da rádio Regional AM de Palmital. Já coordenou uma afiliada da Band FM (interior de São Paulo) e trabalhou como locutor em outra retransmissora da Band FM e na Interativa de Avaré.

 

Novidades

Levantamento: Migração AM-FM já conta com 325 rádios ativas no espectro FM neste início de 2018

30/01/2018 12:14
O Brasil chega a marca de 325 migrantes AMs mapeadas na faixa FM em diferentes regiões do país, número registrado pelos serviços do tudoradio.com “Mapa da Atualização” e “Guia de Rádios - Dials FM/AM”. E o número tem avançado, levando em consideração que na virada de 2017 para 2018 a marca era de...

São Paulo e Rio acompanham mudanças no dial FM. Bradesco Esportes FM já está fora do ar

13/03/2017 09:54
Nas primeiras horas de hoje (13) o portal tudoradio.com publicou uma matéria de plantão informando o encerramento definitivo do projeto Bradesco Esportes FM nas praças de São Paulo e do Rio de Janeiro. A rede esportiva operada pelo Grupo Bandeirantes de Comunicação encerrou as suas atividades...

Anatel confirma desligamento da TV analógica em São Paulo para março

01/02/2017 09:35
O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Juarez Quadros, confirmou nesta terça-feira (31) que está mantida para 29 de março a data de desligamento da TV analógica na cidade de São Paulo e nos municípios do entorno. Segundo Quadros, o Grupo de Implantação do Processo de...
<< 1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>